Skip to main content

[Opiniões] - "Vidas Trocadas", de Sandra Brown




Decidi colocar aqui uma opinião diferente, um género que estreei no blogue Os Livros Nossos, aqui.




Sinopse:
As gémeas Melina e Gillian Lloyd são praticamente iguais, ambas empresárias de sucesso e solteiras. Mas numa coisa são diferentes: Melina é impulsiva, enquanto Gillian gosta de ponderar bem as suas decisões. Além disso, Gillian quer um filho. Sentindo o relógio biológico a avançar inexoravelmente, opta por se submeter a uma inseminação artificial, utilizando esperma de um dador anónimo. A história começa no dia em que ela faz a inseminação. Nesse dia, Melina acompanha, na sua qualidade de relações públicas, o coronel da NASA Christopher «Chefe» Hart à cerimónia de entrega de um prémio. Mas terá sido mesmo Melina?
A vida do coronel choca, depois interliga-se, com a das gémeas. Uma partida aparentemente inofensiva acaba em catástrofe. Na manhã seguinte a terem trocado de identidades, Melina recebe uma notícia terrível: a irmã fora brutalmente assassinada — e o coronel, apesar de inocente, é o principal suspeito. O que parece de início ser um homicídio de fácil resolução acaba por conduzi-los às montanhas do Novo México onde um louco, cujos planos diabólicos requerem a substituição de Gillian por Melina, está a criar uma «nova ordem mundial». Mesmo que seja apenas parcialmente bem-sucedido, as consequências serão catastróficas e afectarão o mundo inteiro.

Opinião:

Há muito que não lia um livro deste género. Os últimos policiais que li foram do Dan Brown e do José Rodrigues dos Santos, há mais de quatro anos. Este da Sandra Brown, contudo, é muito diferente dos que li. Primeiro, a sinopse cativou-me numa primeira leitura e a capa deslumbrou-me. Foi amor à primeira vista! Ultimamente, tenho andado a repetir muito isso, mas tem sido um factor determinante para as minhas compras. Não basta gostar, tem de haver aquele clique. E com os que vos tenho mostrado, efectivamente tem havido.

Ao longo do livro, a autora vai intercalando o rumo que as diferentes personagens tomam. Embora Melina e Hart sejam os protagonistas, Sandra Brown descortina os passos das restantes personagens, principalmente dos detectives e do suspeito. Melina e Hart vão para um lado para tentar descobrir por conta própria o que aconteceu com a irmã, Gillian. Os detectives, por seu lado, seguem noutra direcção, uma vez que dão por encerrado o homicídio ao descobrirem o assassino. Gostei da introdução de novos personagens, desta feita do FBI. Foi um novo ingrediente e que resultou muito bem.

Gostei ainda mais dos outros ingredientes que tornam a narrativa irresistível. Erotismo, romance, suspense, acção e mistério. Interessei-me principalmente pelo “louco” que tentava criar uma “nova ordem mundial”. Ao princípio, comparei Sandra com Dan Brown, devido à temática religiosa inerente às obras do segundo autor, mas apercebi-me de que estava redondamente enganada e de que a comparação era despropositada.

O final é empolgante. Muitas vezes, enquanto leitora, dei por mim a duvidar da troca das gémeas, pois essa questão nunca ficou clara o suficiente e, nas últimas páginas… Simplesmente brilhante!

Li o livro rapidamente, devido aos capítulos curtos e foi muito difícil parar para dormir. Só pensava “só mais um capítulo, só mais um!” e quando dava por mim já tinha lido mais seis ou sete.

Fiquei fã de Sandra Brown. Certamente, não irei deixar passar os outros volumes publicados.

Comments

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?