Skip to main content

[Opiniões] - "As Cinquenta Sombras Mais Negras" de E.L. James

"- Oh, meu amor, não. - Ele puxou-me pela mão e, quando dei por mim, já estava no seu colo. Ele estava a abraçar-me com o nariz no meu cabelo. - Senti tanto a tua falta, Anastasia - sussurrou."

"Eu gosto de controlar, Ana, mas quando estou perto de ti - levantou-se, com um olhar intenso - isso evapora-se."


 Podem ler a sinopse e as primeiras páginas aqui.






Opinião
Pode conter spoilers

Para quem não leu a minha opinião sobre o primeiro, aqui fica.

Um dia depois de terminar o primeiro volume, não aguentei e comprei este. 

Na capa figura uma máscara que associei imediatamente ao estilo vienense (uma leitora corrigiu-me: NÃO É vienense, É VENEZIANO. Desculpem o erro, devia estar tolinha quando escrevi isto. Obrigada pela correcção!). N
ão nos diz muito, para dizer a verdade, mas decerto diz-nos mais do que a gravata que está na capa do primeiro volume. A máscara tem uma certa conotação malandra, picante... E subentende-se também mais do que uma vez pelo conteúdo do livro!
 
Tal como o primeiro, este traz um post-it que diz “1ª Edição – O Livro mais desejado do ano.”. Senti-me mesmo bem, caraças! Era o único na livraria da Bertrand (eu sei, é caríssima, mas eu tive desconto eheh!) e ainda era 1ª edição! Bem, o Gabinete de Marketing é de se lhe tirar o chapéu, não haja dúvida! Com slogans destes, presunçosos, é claro que ficamos com a pulga atrás da orelha! Well done, Lua de Papel! Well done! Pergunto-me o que terá o post-it do 3º… 


"E chega ao fim o fenómeno literário de 2012"?
"Eis o Livro da Trilogia mas desejada de 2012"?

Ah, esqueçam, não tenho mesmo jeito para a coisa! 
A Lua de Papel é que a sabe toda! 

Em relação à leitura, escusado será dizer (mas eu digo na mesma) que o devorei num abrir e piscar de olhos! Realmente... é cá uma febre!

Neste segundo volume, Anastasia e Christian estão separados, mas depressa voltam a ficar juntos (não é spoiler nenhum, está na sinopse!). Se tal não acontecesse, não haveria 2º volume, não é verdade? E, aproveitando a onda, nem 3º!para não falar nas fanfic's!

Mas... regalem-se apreciadores de Grey (do livro e do homem!), neste notei algumas melhorias. Em muitos pontos. E ainda bem. Neste momento, estou aos pulinhos com a minha Deusa Interior... Ah, just kidding! Continuem a ler!

Anastasia já não é tão inocente e até responde torto e feio ao seu Cinquenta Sombras (aka Christian Grey) sem medo de ser castigada. Apesar de continuar um pouco infantil, também continua muito dócil e compreensiva.

Anastasia já não cora tanto! Aleluia! A primeira vez que li “Corei” – ou que reparei na sua constância - apercebi-me da sua ausência por páginas e páginas e pensei “Hum, olá! Já tinha sentido a tua falta…”. For the record... Not! Explicação para este ponto? Ou das duas uma... ou a James foi abençoada pelo mesmo conselho divino que fiz questão de referir na opinião do primeiro volume - uma base naquelas faces - ou, de facto, a autora esqueceu-se de integrar mais vezes as célebres palavrinhas "Corei, Corei, Corei". 

Em relação à “Deusa Interior” da Anastasia, tenho ideia de que foi mais falada, mas por acaso em relação a este ponto não consigo ter a certeza. Não andei a contá-las para comparar com o primeiro. Agora que estou a escrever esta opinião e me pus a enumerar as melhorias é que me apercebi disto. De qualquer forma, lembro-me de revirar os olhos algumas vezes. Ler o primeiro e o segundo numa só semana traumatizou os meus olhos. Na incerteza, dois pontos para a Anastasia.

O Christian está muito mais romântico. Uma volta de 180º. A sério! Deixou-me a sonhar e de queixo caído no chão. É que eu pensava mesmo que da primeira vez que ele foi ter com Anastasia com uma proposta de relação – não é indecente, não sejam malandros! – totalmente diferente do expectável, ele fosse sacar da vergasta ou da chibata e pôr-se a castigá-la - um pouco como o bonequinho em baixo… Até tremi de medo com essa expectativa. Mas não! E pronto, fiquei mesmo de queixo caído e a babar-me. Não foi bonito de se ver. (Eu sei, too much information, sorry)


Christian abre muito mais o seu coração a Anastasia sobre o seu passado. Dois pontos para o Cinquenta Sombras. Estão empatados!

Em contrapartida, há muito mais cenas de sexo. Como são os dois a querer, menos um ponto! Ahah, sinto-me maléfica, agora! Não que tenha alguma coisa contra as cenas de sexo, mas parecia que tropeçava nelas a cada página! Não digo que não gostei, mas o meu coração não aguentava, caraças! Eles são insaciáveis or what? Enfim… devaneios! 

Por falar em cenas de sexo... Quem leu a minha opinião do 1º, viu que eu referi uma questão em relação aos preservativos... Bem, continuo a imaginar os preservativos a saltarem e a espalharem-se pelo chão. Desato a rir quando leio aquelas cenas! E quanto ao rasgar a embalagem com os dentes... ai, minha nossa Senhora... Vem aí gravidez ou é impressão minha?

Este livro teve dois ingredientes-extra para além do constante mistério: acção e o aparecimento de quatro personagens misteriosas. Três delas estão ligadas a Christian, uma que o introduziu no seu estilo de vida, outra que foi apanhada já na altura em que ele Dominava (relação BDSM de Dominador-Submissa) e outra ainda que tem tido um impacto muito positivo na vida dele e que começou a ter na sua relação com Anastasia. A quarta personagem está ligada directamente a Ana e deverá fazer ponte para o último volume da trilogia. Só tenho a dizer que todos eles me agradaram soberanamente e acrescentaram um “Je ne sais quoi” ao enredo.

Em relação à escrita, este volume está melhor. Pelo menos, em termos de tradução. Suponho que o original deste volume tenha tido uma revisão mais atenta por parte dos editores de James e daí que tenha resultado numa melhor tradução. O primeiro volume parece ter sido copy-past do seu blogue, com uns cortes aqui e ali, et voilà, está feito para impressão - para quem não sabe, a trilogia resultou de uma fanfic. Agora está muito na moda! Com este volume, penso que houve um maior cuidado. Isto do que me disseram... não posso corroborar ou desmentir. O léxico continua a ser muito simples, repetitivo e cansativo, mas por qualquer razão as melhorias gerais relativas à escrita agradaram-me. Um ponto para a James!

E o final mais uma vez deixou-me sedenta pelo 3º, mas este só sairá em Novembro. Já falta pouco... Ando a contar os dias até conseguir tê-lo nas minhas mãos. Até lá, ando a ler uma fanfic do ponto de vista do Grey – em inglês – muito devagarinho que é para durar até ter o livro comigo! Não que seja um problema, sou mesmo lenta a ler... Pelo final, mais um ponto para a James. 

E ganha a James... C'mon... quero o 3º, oui? Rápido, agora, já! Oh boy... Mal posso esperar quando ela vier cá a Portugal! E não, não sou nenhuma pita que grita e clama pelos Tokio Hotel, okay? (ah, pita! Que choque! Desculpem o calão, influências do Grey. Que querem?!)
 
***

Já tinha apagado esta nota, quando há pouco me deparei com um comentário no post da Opinião do 1º Grey, que não sendo hater, foi um pouco infeliz. Yeh! O primeiro deste blogue!! Já estava a demorar. Isto realmente... Mas bom, venham daí esses comentários bons, maus, haters. Eu gosto de todos; não por igual, óbvio, mas gosto. São raras as pessoas que deixo sem resposta.  Se não respondo aqui, respondo em Mensagem Privada. (É certo que respondi ao tal comentário, tão certo como hoje estar de chuva).

Obrigada ;))


Fanfic AQUI

Comments

  1. Adorei once again ehehehe.Estes livros libertam a tua boa disposição e isso resulta para nós seguidores em textos deliciosos e divertidos que, cá entre nós, a E. L. James adoraria saber escrever com a mesma qualidade ehehe :)[Isabel Alexandra - Os Livros Nossos]

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Isabel!

      ahah sim, de facto, estes livros despertam em mim qualquer coisa! Deve ser o tal "je ne sais quoi" de que falei ahah :DD

      Se escrevo com qualidade ou não, ou melhor que a E.L. James, isso não consigo criticar objectivamente (talvez só a parte da E.L. James ahah), mas que gostei de escrever esta opinião e a do primeiro, gostei. Deu-me um prazer enorme e dei também algumas gargalhadas enquanto a escrevia!

      beijinho*

      Delete
  2. Que boas gargalhadas dei ao ler esta opinião! Ivonne, tu e o teu humor são demais...Devias ter visto a minha cara quando li a parte "Neste momento, estou aos pulinhos com a minha Deusa Interior... Ah, just kidding! " Amei,amei,amei!
    Continua a escrever de forma tão descontraída, tenho adorado estas opiniões. Parabéns!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada pelo comentário e pelas palavras, Anokas!! ;))

      Não sei se continuarei com o humor necessário para as próximas opiniões, já que, como a Isabel disse, os livros desta trilogia despertam em mim a minha "boa disposição" e com as próximas leituras já não sei... são leituras mais sérias e que não dão para levar para a brincadeira! ahah :D

      Mas vou prometo que vou tentar!
      beijinho*

      Delete
  3. E vai mais uma :) adorei novamente! É uma opinião muito descontraída! Dá me a sensação de estarmos numa esplanada a conversarmos sobre o livro (o que eu adoro fazer, sempre que posso)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Arttemizza!

      é bom saber que as minhas opiniões vos proporcionam tão boas sensações ahah :DD

      Não sei se as próximas serão assim, pois são mais "sérias"!

      eu também gosto de falar descontraidamente sobre livros numa esplanada eheh

      beijinho*

      Delete
  4. Eu hater me confesso, pelos motivos que descrevi neste post:

    http://jessi-aleal.blogspot.pt/2012/05/fifty-shades-of-what-uma-breve-analise.html


    Tão hater que me recuso mesmo a ler - experimentei voltar umas páginas, mas não me prendeu a atenção. No entanto, tenho acompanhado algumas reviews aqui e ali, tentando compreender o apelo, e gostei das que escreveu - lúcidas, isentas e com lógica. Só um reparo a uma pequena gralha: a máscara na capa é veneziana e não vienense.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Como é que me saiu vienense? Muito Obrigada pelo comentário e pela correcção!

      xD estou parva comigo própria! :))

      Vou já corrigir!

      Delete

Post a Comment

Deixa aqui as tuas epifanias ^^
A gerência agradece :)

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?