Skip to main content

[Opiniões] - "Alma Rebelde" de Carla M Soares

Estava a preparar a opinião desta semana (que, por curiosidade, é sobre A Maldição do Tigre de Colleen Houck) e ao referir a editora - Porto Editora - reparei numa coisa. Reparei que ainda não tinha a opinião de Alma Rebelde de Carla M. Soares na colectânea de opiniões deste blogue. Este foi o primeiro livro a que dei 5* no Goodreads. E, congratulem-se, é de uma portuguesa! Carla, se me estiveres a ler, perdoa-me a falha! Podem encontrar esta opinião no blogue Os Livros Nossos, que foi onde coloquei inicialmente. 

Sinopse

No calor das febres que incendeiam a Lisboa do século XIX, Joana, uma burguesa jovem e demasiado inteligente para o seu próprio bem, vê o destino traçado num trato comercial entre o pai e o patriarca de uma família nobre e sem meios.
Contrariada, Joana percorre os quilómetros até à nova casa, preparando-se para um futuro de obediências e nenhuma esperança.
Mas Santiago, o noivo, é em tudo diferente do que esperava. Pouco convencional, vivido e, acima de tudo, livre, depressa desarma Joana, com promessas de igualdade, respeito e até amor.
Numa atmosfera de sedução incontida e de aventuras desenham-se os alicerces de um amor imprevisto... Mas será Joana capaz de confiar neste companheiro inesperado e entregar-se à liberdade com que sempre sonhou? Ou esconderá o encanto de Santiago um perigo ainda maior? 



Opinião

A capa e o título atrairam-me imediatamente, o mesmo já não posso dizer sobre a sinopse e o género. Sendo um romance de época e o primeiro do género que leio, duvidei se ia gostar. Pelas opiniões que li, e como gosto de dar oportunidade aos livros sobre os quais tenho dúvidas, comprei-o. E, no início do livro, perguntei-me logo porque tinha demorado tanto tempo para o ler. 

A sinopse já diz muito, por isso vou tentar não me perder a referir pormenores sobre a história em si. Posso dizer que a escrita de Carla M. Soares é muito descontraída e fluída, com um léxico rico e variado, e não é necessário irmos ao dicionário para percebermos algumas palavras que aparecem, percebem-se pelo contexto. Adorei as frases e os capítulos pequenos. Isso, sem dúvida, ajudou-me a concentrar, principalmente, numa altura em que andava pouco virada para leituras. 

Adorei as personagens, tanto principais como secundárias. É claro que foi dada mais enfase às personagens principais, Joana e Santiago, mas gostei do desenvolvimento das restantes. Se já leram opiniões sobre o livro, é tudo verdade, senão aqui fica: Joana é inocente, com uma personalidade (e boca, devo dizer!) muito rebelde, que se vê presa a um casamento e a um noivo que não conhece, cuja personalidade teme acima de tudo; Santiago é deveras um jovem apaixonante, com muita experiência de vida e muito viajado, gosta da sua liberdade, mostra relutância em aceitar o casamento combinado e um temperamento ora tempestuoso, ora delicado; D. Miguel, pai de Santiago, é um homem sem escrúpulos e interesseiro e apeteceu-me mesmo bater-lhe! Pessoalmente, só esperava um maior desenvolvimento sobre as atitudes e comportamentos de D. Miguel, mas a autora não o fez. Talvez, porque não era esse o objectivo. Quando digo isto, deve ser a futura psicóloga que existe dentro de mim a falar. 

Os pormenores incluídos em toda a narrativa foram… deliciosos. Nesta obra, vemos pormenores como as cartas profundas que transmitiam as preocupações da época, a linguagem própria patente nas mesmas, os receios do casamento combinado, os detalhes históricos (ex.: casamento de D. Pedro com D. Estefânia, as febres que atormentavam Lisboa), a forma como o próprio romance entre os noivos se foi desenvolvendo, entre avanços e recuos apaixonantes...

Acho que estive à espera de Alma Rebelde para dar cotação 5* no GR! Desde que comecei a ler, em finais de Abril deste ano, já li alguns livros muito bons, mas este (e de um género que até a mim me surpreendeu) merece, sem dúvida, as CINCO ESTRELINHAS bem grandes!!

Adorei, fiquei rendida ao género, mal posso esperar para poder ler o “novo” livro da autora, A Grande Mão, que apesar de ser o mais recente divulgado, é anterior a Alma Rebelde.

Comments

  1. Estás mais do que perdoada! LOL

    E sabes o que me apanha sempre de surpresa? A capa! Ficou bem conseguida. :D

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oh, ainda bem! Menos mal, já me sinto melhor!

      Eu também adoro a capa. Concordo, ficou bem conseguida, mesmo! E um pormenor: acho que é única, não há cada de copianços de outros livros! eheh ;)

      Delete

Post a Comment

Deixa aqui as tuas epifanias ^^
A gerência agradece :)

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?