Skip to main content

[Opiniões] - "A Trama da Estrela" de Vasco Ricardo

Podem ver a sinopse aqui


Opinião

Então, finalmente li o livro de que toda a gente fala (esta saiu-me bem! Parecia o slogan do Grey… Oh, que comparação idiota... Adiante!). Até lá fora, no Brasil e arredores! Parabéns, Vasco!

Tenho-me apaixonado pelo género e apaixonei-me pelo enredo deste! Foi muito bem pensado!  Mas vou confessar uma coisa e até devo ganhar alguns inimigos (e amigos) ao dizer isto, mas a primeira razão que me deteve para ler o livro foi a editora. Não morro de amores pela Pastelaria. Não gosto, pronto, está dito. Eu sei, é injusto, e peço desculpas ao autor por isso, mas o que é que querem? Sabem que eu sou uma desbocada de todo o tamanho e tento ser sincera. Contudo, pelas opiniões que li, foi o bastante para pedir o livro emprestado. Já não é mau!

Continuando… Numa só palavra? Impressionante. Mas lá terei de esmiuçar um bocadinho mais, não é verdade? Então, vamos lá.

Primeiro, a capa: adorei, adorei, adorei! O globo em tons dourado e verde ficou qualquer coisa… E repararam na pessoinha (!) em modo running, em baixo, no canto inferior direito, cujo cabelo está amarrado num rabo-de-cavalo? Fez-me lembrar o Tintin a correr… sem o rabo-de-cavalo! Fora a segunda comparação idiota que acabei de fazer, gostei mesmo, foi uma óptima escolha!

Os nomes dos conspiradores puseram-me um sorriso nos lábios! E isto logo na segunda página! Em inglês havia de ser bonito - e com isto quero dizer que era uma boa aposta publicarem livros portugueses em Inglês, sim, boa?! Cada nome atribuído permite ao leitor visualizar automaticamente a personagem em questão, o que facilita o processo de recordação e associação. Do género e isto é só um exemplo: Sr. Bigode - já vêem qual o atributo que o caracteriza, certo? Esperem, esperem, em inglês agora: Mr. Mustache. Se bem que, pensando melhor, não sei se iriam traduzir os nomes à letra, o que perderia um bocadinho a sua piada. Enfim, adiante... Estou a falar muito a sério, os nomes atraíram logo a minha atenção! Acho-os muito engraçados! Quanto a este grupo de personagens, fiquei com a ideia de que algumas delas foram mais desenvolvidas do que outras, mas considerei que o autor se desdobrou com o que tinha mesmo que se desdobrar.

Fiquei deslumbrada com a relação entre os três jovens, Mark, Dana e Rohan. Muito divertida, casual... São todos provenientes de nações diferentes, com uma relação habitual, mas que não se costuma ver patente nos livros – conversação por chat. E esta, hein? A relação é toda ela dotada por diálogos cómicos que, por vezes, recaem sobre temas mais “picantes” - afinal são jovens e com as hormonas aos "saltos", não é? - marcados com muita ironia e sarcasmo à mistura. Mas… também seriedade. Afinal, do que este grupo gosta mesmo é de escarafunchar a ferida e ver como ela se originou. Neste caso, a ferida incide sobre conspirações.

Um pormenor menos positivo que notei – mas que não é recorrente, felizmente – foi a ausência de alguns artigos definidos (“a”, “o”, etc) e um ou outro erro. Isso, às vezes, fez-me voltar atrás para ler uma segunda vez. Nada de trágico, portanto, não me saltem já em cima. Devem estar a pensar “ É mesmo exigente o raio da rapariga, queria vê-la a fazer melhor!”. A verdade é que talvez não o fizesse, mas estou só a dar o meu parecer.

Notei também algumas informações que eram desnecessárias, ou então, talvez a forma como tenham sido relatadas – não sei se hei-de classificá-las como infodump, pois é um termo mais sério e generalista do que aquilo que pretendo dizer - mas notei isso principalmente em alguns diálogos entre o chefe da organização e os elementos activos que a compunham, durante os quais refaziam alguns passos para terem a certeza de que iria correr tudo bem.

O final agradou-me muitíssimo, parecia que estava num filme! Ou pelo menos, a minha cabeça fez-me chegar essa informação. E mais não posso dizer, senão começo aqui a atirar spoilers e nunca mais acabava!

Admito que fiquei surpreendida com a leitura deste livro e, principalmente, com a idade do autor. Julgava o autor muito mais velho – vá-se lá perceber estas associações que a minha mente faz! – mas apenas tem mais dez anos que eu!

Obrigada ao Vasco, pela excelente história, a Bianca, que lhe permitiu as insónias e a Cláudia, por tê-la trazido ao mundo, como o autor explica na sua dedicatória! E, pronto, pronto, também à editora que "aceitou" publicar. Lá por não gostar dela, não quer dizer que tenha de ser injusta, certo? Sou um coração mole...

E, pronto… de momento, não me recordo de mais. Gostei e certamente irei ler mais livros deste autor!

Comments

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?