Skip to main content

5 ferramentas essenciais para (sobre)viver

Ando há que tempos para fazer um post destes. Como o ano lectivo está a começar, nada melhor que leres este artigo. 


O que seria a vida sem música, certo? E porque o spotify anda a aparvalhar - vê a notícia da restrição das 10h/mês aqui - o grooveshark é quase a mesma coisa! Há uns anos, utilizei bastante esta plataforma, mas as novidades fizeram-me esquecê-lo. Não me parece tão intuitivo como o spotify, mas como tudo é uma questão de hábito!


Descobri isto há poucos meses e sou fã. Muito acessível, perde-se 5min a entender como a coisa funciona (ou talvez um bocadinho mais), mas é óptimo. 

E porque o google reader acabou, esta é uma das alternativas para não perder nenhum post dos blogs favoritos. Também tentei o feedly (dá para ler os posts directamente no site, enquanto que o bloglovin abre o post numa janela à parte), mas este foi o primeiro a que acedi, por isso... bloglovin ao poder! We gotta love it, right? Se ainda tens dúvidas, clica aqui.


"O computador foi para arranjar e perdi tudo o que tinha lá dentro!"
Big mistake, buddy! Nunca viste as séries de criminologia/policiais? Nunca, nunca, nunca ter uma só cópia. Ou... se tiveres a dropbox, tens a possibilidade de aceder aos teus ficheiros a partir de qualquer computador com net. Do que estás à espera? Vai fazer backup (ou como se chama!) dos teus ficheiros para lá...


E porque sem blog não me sentia completa, estas duas plataformas foram das últimas na comunidade de blogs a serem alvo das minhas manhas :) O blogger para começar é intuitivo, contudo desde há alguns anos para cá que tem andado com invenções e mudou bastante o painel de ferramentas, especialmente o Html, que para mim ficou uma confusão... Já o wordpress é preciso paciência, a versão gratuita é algo limitada, mas sempre dá mais por onde escolher. Apesar de tudo, não me entendi com o wordpress e voltei às origens.

Comments

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?