Skip to main content

[Cinema] - "A Cidade dos Ossos", de Cassandra Clare

Não sou crítica de cinema, nem tão pouco costumo comentar filmes como pretendo fazer a seguir, mas este foi um dos filmes mais aguardados de 2013 e preciso de expôr a minha opinião. 



Tal como neste post, da Catarina, eu concordo com quase tudo o que foi dito. Até aqui, tudo bem. Não preciso de repetir. Poupo trabalho e a vocês de levarem com o mesmo.

Só que tenho outros aspectos a referir. 

Escolha dos Actores
Apesar de sempre ter dito que o Jamie era um actor demasiado magro para o papel, viu-se muito do Jace nele. Fiquei surpreendida. O seu humor sarcástico e respostas tortas que, por vezes, dava; a sua atitude de espanto e admiração perante algumas acções de Clary; a sua personalidade para com as pessoas à sua volta, com os irmãos, com o Simon, com os Irmãos Silenciosos... Apesar do físico, Jamie compensou em larga escala noutros aspectos e creio que até resultou bem. 

Em relação à Lilly Collins, sempre me habituei a ver a ruiva de cabelos volumosos que apareciam nos livros. O que é que aparece no filme? Uma ruiva - tom demasiado escuro - com cabelos quase escorridos e volume zero. Que desilusão. Eu sei que é impossível corresponderem às expectativas de todos, mas poças... Quanto à personalidade, pensei que fosse ver uma Clary que demonstrasse mais, que se insurgisse mais. O que é que eu vi? Uma Clary que aceitava quase tudo à primeira, que se deixava proteger por aqueles que a rodeavam. Houve uma ou outra situação em que ela se virou e deu uns golpes mesmo à Clary, mas de resto... a actriz podia ter desenvolvido mais o seu papel. 

Em relação ao Luke, e apesar dele ser o que é, sempre o imaginei com traços mais suaves, mais alto e magro. Até aqui, nada contra. É impossível ceder à imaginação de todos os leitores. Possivelmente, houve fãs que até o imaginaram assim. Gostaria de ter visto mais do 'pai' que ele sempre foi para Clary, mesmo não o sendo de sangue, e o amor que nutria pela mãe dela, Jocelyn. Pouco se viu disso. Aliás, pouco se viu dele em todo o filme. 

Em relação aos irmãos Isabelle e Alec, gostei da escolha que fizeram. Aqui, nada a dizer. Excepto que não existe quase confronto nenhum entre Clary e Isabelle. 

O Magnus, ao contrário de muitos fãs, até gostei dele. Não foi nada assim que o imaginei e não senti química entre ele e o Alec, mas espero que o desenvolvam nos próximos filmes. 

E o Simon? Bem, sinceramente acho-o demasiado bonito. Mas isso existe? Houve quem me dissesse 'mas, Ivonne, depois não dava para fazerem o que acontece no 2º!' (vou dizer isto assim, que não quero spoilar ninguém). Eu respondo agora: Não dava? A caracterização tratava disso. Então já não passaram de patinhos feios para belezas esstonteantes noutros filmes? Faziam o mesmo com o Simon. Mas não. Ele é demasiado bonito no 1º! Assim quando ocorrer o que tem de ocorrer (novamente não quero spoilar), a surpresa não deverá ser muita. Mas vamos esperar para ver - isto se o 2º for para a frente. O filme tem tido tão pouca recepção positiva que, sinceramente, já não sei. Falta referir que não ocorreu uma situação que visa no livro e que deveria ser muito engraçada de se ver... Redimiram-se pela essência do Simon estar no ponto. 

O Valentim - apesar do que dizem - gostei da escolha do actor e foi pena não ter havido mais dele neste filme. Contudo, acho que foi das poucas personagens que esteve mais fiel ao livro.


Esta é uma das cenas mais esperadas pelos fãs e, pelo menos, para mim conseguiu corresponder às expectativas. Se bem que não tenho a certeza se ocorre assim no livro...




Banda Sonora
Tal como a opinião da Catarina, achei que as músicas estavam demasiado altas e que raio de escolhas foram aquelas? Pensava que fosse encontrar músicas a cair mais para o sobrenatural, mas não. Pareceram-me todas relativamente normais... melosas com'o raio!

Guião
Houve imensas alterações face aos livros. Gostei da primeira parte, muito fiel ao livro, mas espalharam-se na segunda. Por que raio fizeram o que fizeram? Aiaiai, só estragam. 



A minha opinião do livro, aqui

Comments

  1. Eu quando li o livro já sabia qual era a actriz que fazia de Claire logo imaginei-a sempre enquanto lia:P Quanto ao Simon se calhar concordaria contigo se já tivesse lido o segundo livro (apesar de o filme já me ter dado uns spoilers).
    Acho que só não concordamos mesmo no Valentine:P
    Obrigada por teres referido o meu post:D
    Beijos

    ReplyDelete
  2. Concordei bastante com o post da Catarina e concordo em certa medida com o que disseste, exceto no caso do Simon mas isso é porque adoro o ator e acho que estava perfeito xD
    Quanto ao guião, "Por que raio fizeram o que fizeram?" - foi exatamente a minha reação! Bem que gostava de saber porquê, enfim... --'

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu também adoro o actor, mas isso não invalidava que tivessem tornado as coisas mais desafiantes, tornando-o mais feio ao princípio e depois torná-lo bonito - como ele é, na verdade.
      Mas no todo não houve qualquer desafio, por isso, não sei porque me espanto x(

      Delete
    2. Sim, isso é verdade... Se fizerem o 2º filme (que pelos vistos já andam a dizer que poderá não haver, enfim...) quero ver como é que vão fazer para pô-lo como ele é suposto estar devido à sua nova condição (não quero spoilar ninguém)...

      Delete
    3. És cá das minhas :P

      Sim... cheira-me que não vai haver! x(

      Delete
  3. Acho que vou rever o filme esta semana, depois tenho de escrever a minha opinião (e olha que tenho TANTO a dizer) :P
    Não vou entrar em detalhes quanto ao que concordo ou discordo da tua opinião pra já !

    ReplyDelete
    Replies
    1. LOL não vieste mencionada, mas pouco faltou :P

      Eu estava pouco inspirada e não valia a pena estar a bater no ceguinho >.< mas vá, chuta aí :P

      Delete

Post a Comment

Deixa aqui as tuas epifanias ^^
A gerência agradece :)

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?