Skip to main content

Posts

Showing posts from March, 2013

Preview "Ligação" - Saga "Anjos Negros", de Soraia Pereira

Hey, hey :)
Cheguei há pouco a Münster :) Lindo, lindo, lindo! Em breve, disponibilizo as fotos para verem!

Mas querem ver outra coisa linda?
Ora cliquem no vídeo!

É do livro "Ligação", da Saga "Anjos Negros", de Soraia Pereira. Em Abril, não percam! :)


Mas que bruxaria é esta...?

É mais ou menos a minha cara neste momento. 
Nem uma semana  fez que criei o Spotify, mas...
Estou viciada! 

OMG! OMG! OMG!
A plataforma é mesmo boa!

Quem me quiser seguir, pode acompanhar em baixo.
As músicas em que tenho estado mais viciada. Com ênfase no mais. 


Aqui

[Opiniões] - "Inverno de Sombras", de L.C. Lavado

A sinopse aqui

OpiniãoEste já é o segundo livro da autora que leio e, regalem-se, o livrinho estará brevemente disponível nas livrarias portuguesas pela Marcador. Acho que nunca fiz uma compra em tão boa hora. Um mês depois de comprar, zás, desapareceram todos!

À semelhança do que disse aqui, o meu receio de não vir a gostar permaneceu qual pedra no sapato a morder-me a planta do pé. Na última página, apeteceu-me esbofetear-me pelo pensamento… Felizmente, não passou disso.

A escrita da autora é tão viciante. Os capítulos e as frases pequenas são um incentivo e assemelham-se a uma corrida de velocidade. Lê-se tão bem e tão rápido… Só quem ainda não leu L.C. Lavado, não consegue imaginar o quão óptimo é ler os livros da autora.

Vou confessar apenas um facto: comecei a ler este livro em Dezembro, logo após a leitura de Inverso, mas os trabalhos e os exames intrometeram-se e como era uma leitura pesada e eu já tinha a experiência de me obcecar por aquilo que a autora escreve, decidi deixar …

[Opiniões] "Soberba Tentação", de Andreia Ferreira.

Let it snow...

E está a nevar desde manhã... que sensação fantástica!
Apesar da neve, não vos venho falar disso. Venho falar-vos sobre comunicar.
É o que todos os seres vivos têm em comum. Uns ladram, outros grasnam, uns miam e outros falam. Como nós, seres humanos.
Mas até que ponto é preciso falarmos - uma língua que seja compreendida por ambos, o remetente e o destinário da conversa - para nos compreendermos mutuamente? 
Tenho pensado muito nisto. Muito antes de existir a língua - e as línguas - como comunicavam os seres humanos? Penso que através de desenhos e da chamada mímica. Com muito receio e com um sorriso pela figura palerma que deveriam estar a fazer... 
Afinal, não somos muito diferentes dos nossos antepassados.
Hoje, tive uma conversa muito interessante com o colega polaco do meu pai. Ele sabe falar polaco e alemão e um pouco de inglês. Ao contrário dele, entendo o inglês minimamente bem, mas não consigo falar. Simplesmente, congelo por completo. Desta vez, o vento soprou a nosso favor e…

Blog de outro Mundo

Já viram este selo lindo?!  Foi-nos dado pela Catarina do Páginas Encadernadase tem algumas regras: 1-Colocá-lo no teu blog  2- Referir o link  http://paginasencadernadas.blogspot.pt/ ( quem te enviou) 3- Dizer quais são as três coisas que mais gostas num livro e as três que mais odeias. 4- Passar o selo a 5 (ou mais blogs) que consideres «de outro mundo»Coisas que gosto num livro:Um léxico variado, nem muito simples, nem muito complicado, que fique na memória e me ajude a desenvolver a capacidade de escrever;Em caso de:Livros estrangeiros, uma boa tradução - e com isto quero dizer sem erros!Livros Nacionais, a mesma coisa, embora dê primazia às descrições (q.b) dos locais;Capítulos e frases médios. No caso dos capítulos, +/- 8/9 páginas; nas frases, até 3 linhas no máximo, mais do que isso cansa-me e perco o interesse... Há excepções, mas o ponto final existe para alguma coisa.Coisas que odeio num livro:Não conseguir empatia com nenhuma personagem;Repetições (seja de que tipo for);N…

Saudades...

Sabemos que temos saudades quando vemos uma pessoa querida e ficamos com lágrimas nos olhos. 
Sabemos que sentimos saudades durante todo o tempo em que estivemos separados quando nos questionamos por que razão não falámos mais pelo messenger ou skype. 
Sabemos que temos saudades quando a pessoa querida nos parece tão diferente que mal a reconhecemos. 
 *
A saudade, segundo dizem, é uma das palavras (senão a única) do dialecto português que não tem tradução para outras línguas.
Ou talvez...
«"Saudade", só conhecida em galego e português, descreve a mistura dos sentimentos de perda, falta, distância e amor. A palavra vem do latim "solitas, solitatis" (solidão), na forma arcaica de "soedade, soidade e suidade" e sob influência de "saúde" e "saudar".»
Eu senti saudades, mas só sei que as sinto quando estou a um palmo do meu pai e o sinto realmente. Chamem-lhe parvoíce. Eu prefiro chamar-lhe mecanismo de defesa. Em quase 22 anos de vida que eu t…