Skip to main content

"Desejo" | J.R.Ward

Desejo (Anjos Caídos #2)

Título: Desejo 
Autor: J.R.Ward
Editora: Quinta Essência
Publicação: Novembro | 2011
Título/Publicação Original: Crave | 2010
Sinopse: Aqui
Cotação


Depois de um primeiro volume decepcionante, resolvi dar mais uma oportunidade a Ward e não me arrependi. De facto, a diferença entre o primeiro e o segundo é tão grande que parecem ter sido escritos por autoras diferentes. Então… porquê um rating tão modesto?

Primeiro, acho que não devo ser precipitada por ter feito as pazes com a autora. 3,5*, neste caso, é um bom rating. Foi um volume melhor, uma história que me atraiu bastante, uma leitura que quase se fez sozinha.

No entanto, e apesar de achar que existe menos palha neste Desejo, continuo a dizer que falta qualquer coisa na hierarquia – o chamado worldbuild. Primeiro, esqueci-me da maioria dos anjos e em relação aos demónios acho que até agora só vi um – a Devina. Dito isto, vou por pontos:

- A Ward falha redondamente nas partes em que a introduz. Quer dar a ideia que ela é o terror personificado, mas eu só tenho vontade de rir pelo ridículo drama que a envolve. É uma antagonista fraca e as partes de tortura são fraquinhas. Não me consigo apiedar de ninguém, de criar empatia nem com Jim nem com qualquer personagem que esteja à mercê dela.

- Repito: não me recordo do primeiro volume e não sei dizer se a história da antagonista nos foi apresentada. Acho importante os autores não esquecerem que mesmo sendo série – e, portanto, com uma cláusula quase obrigatória de leitura ordenada - nem todos os leitores lêem os livros por ordem, daí a necessidade de relembrar, fazer um apanhado, seja lá o que for, que possa reavivar a memória do leitor e a autora não faz isto. É uma pena, um parágrafo ou dois seria o suficiente.

Uma das críticas que fiz ao primeiro volume foi ter demasiada palha, demasiados pontos de vista (POV) e personagens tão secundárias que chegava a raiar o tipo figurante. Aqui neste isso não aconteceu. Mais uma vez, Jim tem de salvar uma alma da condenação e a ordem dos capítulos e dos POV – apesar de ter abusado na quantidade, alguns eram supérfluos – foram até certo ponto compreensíveis.

O romance entre os protagonistas comoveu-me. É raro ver personagens masculinas imperfeitas na cama, se é que me faço entender, mas acontece a todos e Isaac não é excepção. Penso que à personagem feminina também faltou algo, foi muito passiva em tudo o que se passou, embora a personagem do irmão, Daniel, a tenha consolidado como protagonista. Esperava encontrar uma explicação mais plausível para ela [Spoiler] ver o fantasma do irmão, mas não houve nenhuma, nem má nem razoável, nada de nada. Sim, Daniel tinha razões para existir, mas não é normal os humanos verem fantasmas [Fim de Spoiler].

Termino por aqui a opinião, com o desejo de que os próximos sejam melhores. 

Comments

  1. Já me passaste há frente... Eu com o primeiro tive assim uma relação de amor/ódio/enfado... uns capítulos eram muita bons e outros *meh* ... mas no geral gostei do primeiro... n tarda tenho que ler este Desejo e ver se o que dizes é verdade :p

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu só digo verdades *cof, cof* :P ainda tenho a opinião do "Inveja" para escrever!

      Delete

Post a Comment

Deixa aqui as tuas epifanias ^^
A gerência agradece :)

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?