Skip to main content

"Felizes Para Sempre" | Nora Roberts


Título: Felizes Para Sempre 
Autor: Nora Roberts
Editora: Saída de Emergência
Publicação: Maio | 2014
Título/Publicação Original: Happy Ever After | 2010
Sinopse: Aqui
Cotação

~ OPINIÃO ~ 

Este Felizes Para Sempre faz parte de uma série de quatro livros, em que cada livro corresponde a cada elemento do quarteto. Mac, Emma, Laurel e Parker são quatro mulheres bem-sucedidas, jovens e bonitas. Juntas criaram a “Votos”, uma empresa organizadora de casamentos e outros eventos, uma brincadeira que faziam em crianças que passou a ser real na vida adulta. Mac é fotógrafa, Emma é florista, Laurel é pasteleira e Parker trata dos detalhes e da organização. Claro que cada uma é mais do que a sua área de actividade indica. Nem Mac se digna apenas a tirar fotos, nem Emma a fazer bouquets, Laurel também não se dedica só à confecção de simples bolos e pastelinhos e Parker – oh meu Deus, a Parker – não é de todo humana para conseguir o nível de organização e competência que consegue alcançar sem fritar o miolo.

Não obstante o título entrar em conflito com este de Patricia Scanlan - que não li - acaba por encerrar este Quarteto, talvez não da melhor forma, mas de forma à la Nora Roberts. Li os outros três de seguida e apesar de cada volume se dedicar a um casal, as personagens acabam por transitar e aparecer em todos, o que torna a leitura mais viciante e dinâmica. 

Este último volume tem como casal-protagonista a Parker e o Malcolm, amigo e mecânico do quarteto. 

A Parker sempre foi uma das minhas preferidas. Não só porque foi com ela que tudo começou - o negócio dos casamentos depois da tragédia que abarcou a sua família - mas também porque é o epítome do controlo, da organização e a âncora das amigas, noivas e até de si própria. Apesar de optimista e resiliente, ao princípio pareceu-me uma personagem fria, distante, ainda por desenvolver, alguém por descobrir. Com o desenrolar da série e o surgimento da cara-metade  reparei que foi esse o objectivo da autora; Malcolm adora descobrir como funcionam as coisas e nada se torna mais desafiante do que saber o que está por trás de Parker Brown. 

A dinâmica entre este casal é uma das minhas preferidas, se bem que não chegou às minhas expectativas. Esperava uma relação mais explosiva, menos focada no negócio e mais centrada na relação deles. Nos anteriores, tivemos sempre dois ou três eventos que o quarteto teve de gerir enquanto tentava ter vida pessoal. Neste, e como Malcolm acaba por fazer parte do grupo, acabamos por o ver integrado nos eventos a dar uma ajudinha. Gosto bastante de ver como  trabalham e o que fazem, no entanto acaba por ser palha e admito isso. 

Conseguimos ver o casamento da Mac e do Carter, os protagonistas do primeiro volume, o que acaba por dar alguma redenção ao livro. Gostaria, porém, de ver um "epílogo" das restantes noivas, mas isto acaba por ser uma inclinação pessoal.  

Para terminar, devo dizer que eu não lia Nora Roberts e este ano já li uns quantos. Tem uma fórmula que dá a mão ao leitor, que o faz empatizar com a maioria das personagens, que faz com que queira entrar na história. Eu queria e quero. Queria ser como a Mac e ter o Carter só para mim [de que outra forma teria um homem a ensaiar um jantar para não fazer asneira no dia D?], queria ser como a Emma e ter a confiança que ela tem em si mesma, queria ser como Laurel com um sorriso sempre pronto, e queria ser como a Parker cujo nome do meio é organização e o último eficiência, com um homem pronto a tentar descobrir como funcionam as mulheres [havia de ser o primeiro caso tivesse sido bem-sucedido... acabou apenas por se safar ahah]. 

A boa disposição, o optimismo, o tom divertido com que Nora acaba por minar as suas histórias torna-as irresistíveis. São simples, boas para descontrair e escolhas perfeitas para qualquer altura. 


~ POSTS RELACIONADOS ~

Um Dia Perfeito - Quarteto de Noivas 1#
Um Mar de RosasQuarteto de Noivas 2#
O Sabor do Momento - Quarteto de Noivas 3#

Comments

  1. Ainda só li os dois primeiros :p (Eu sei, sou parva... mas n me posso desfazer)...

    Nora Roberts é A autora.. n sei como a senhora consegue.. mas o que é certo é que consegue ^_^

    ReplyDelete
    Replies
    1. É uma autora cuja fórmula não cansa se lermos espaçado. Acho que acaba por ser como tudo... claro que há livros e livros, mas as trilogias e os quartetos acabam por ser os melhores dela. Lê o resto faxabori :P

      Delete

Post a Comment

Deixa aqui as tuas epifanias ^^
A gerência agradece :)

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?