Skip to main content

Porquê ler Harlequins?


Este ano rendi-me a um desafio a sério colocado pelas meninas do ADPOC - Desafio Harlequin. Em Fevereiro, havia escolhido o nível *Abraço* [1-10 livros] e de momento já completei o nível de *Namoro* [21-30 livros], estando o 31º em progresso de leitura. Desconheço se vou conseguir ler mais algum, mas devo terminar no nível *Casamento* [31-40 livros] - *inserir aqui a marcha nupcial* eheh


Os leitores mais atentos devem ter visto os últimos posts sobre as "quickies" que fiz dos harlequins que li nos últimos meses. Por uma questão de facilistimo, confesso, e porque também não há muito a dizer sobre estes livrinhos, acabo por fazer um apanhado sobre cada um deles em vez de uma opinião individual. Regra geral, não passam das duas estrelas. 

Então, porquê  (continuar a) ler harlequins? 

Primeiro: só este ano comecei a ler harlequins. Tenho 23 anos, caramba, se li algum antes desta idade não me recordo mesmo nada - não que estes livros sejam inesquecíveis, certo? A maioria não são. Bom, como estava a dizer, só comecei a ler agora harlequins e ainda estou na descoberta das melhores autoras. É como no panorama do mercado literário. Num certo género, só cinco autoras se safam (uma estimativa irreal apenas para explicar a ideia) e dessas cinco só duas conquistaram o nosso coração, mas para chegar a essas há que ler bastante. Ou será que não? O catálogo da HQ é bastante vasto por isso é uma situação de win-win. 

Segundo: Tenho ouvido dizer que são livros que dão para "sonhar". Existem muitos leitores que só lêem "literatura a sério" (seja lá o que isso for) e que renegam romances de qualquer tipo para o fundinho da pirâmide. Eu ainda estou a decidir a qual grupo pertenço, se é que pertenço a algum, ou se simplesmente leio o que me dá veneta mesmo sabendo que poderei a vir dar duas ou até mesmo uma estrela por não ser o meu género. Hey, sim, vou por minha conta e risco, mas como eu muito bem afirmo nas minhas opiniões - sao livros que acabam por entreter e servem bem o objectivo.  De qualquer forma, romantismo é o que as leitoras normalmente procuram.

Terceiro: As capas. Nem todas são bonitas, concedo isso, mas quando a Harlequin acerta é mesmo na mosca. Fica um pouco em consonância com o ponto anterior, porque as capas são o que mais nos fazem sonhar, seguidas das próprias histórias. Não são lindas?

           

Quarto: São conhecidas pela fraca qualidade que aparentam, mas também pelo PREÇO competitivo e acessível a qualquer carteira. É ou não é uma boa razão? Além de que a HQ já se rendeu ao mundo digital e tenha bastantes edições disponíveis em ebook. 

Quinto: Se as quatro anteriores não foram suficientes, vou ali pegar no livro da Nora Roberts e dizer que muitas leitoras se renderam aos HQ devido a esta autora. Muitas são as editoras em Portugal que pegaram nos seus livros, mas se isto fosse uma competição apostava que a HQ é a que mais edita livros de NR. Verdade? Hum...

Mais razões? :D

Comments

  1. Não leio muitos HQ confesso. Este ano ainda não li nenhum e o ano passado li unzinho *sigh*

    ReplyDelete
    Replies
    1. Confesso que só li devido ao desafio :P foi o primeiro ano que li HQ! Ainda estás a tempo, se quiseres, mas não esperes coisas maravilhosas.

      Delete
    2. Por acaso quero ler mais da Megan Heart mas tenho outros que são mais prioritários

      Delete
    3. Oh, claro :) lês quando puderes
      Li dois da Megan Hart, um adorei e o outro foi assim-assim [dentro e fora da cama], mas é uma autora razoável :P

      Delete
  2. eu este ano li 40, também estou inscrita ,no challenge. Vivo em franca e leio os livros desta editora, digo isto, porque tenho amigas em Portugal que se recusam a ler harlequin, consideram literatura inferior, ficaram chocadas quando lhes disse que autores como Karen Rose, ou a Nora roberts ( e aqui falo dos livros da SDE), TJ Bronw , kristan Higgins,entre outros, são aqui publicados pela harlequin. o problema aqui é mais a linha editorial adoptada para Portugal, se tivessem escolhido a linha francesa teriam mais leitores. confesso que os mais pequenos tirando 3 autoras não leio, prefiro as outras colecçoes, e sim tens razão esses não trazem grande coisa. boas leituras

    ReplyDelete
  3. Ena, 40!
    Sim, a linha editorial portuguesa é mais fraquita. Vale mais pela NR :)
    Boas leituras!

    ReplyDelete
  4. Eu adoro a Harlequim, mas a verdade é que li pouco, apenas quando era mais nova "roubava" os livrinhos da minha mae xD

    R: Olá Ivonne, claro que pode fazer a TAG, a maioria das perguntas não são minhas, mas as que são deixo fazer na boa :D O importante é dar a conhecer um pouco mais de nós :)
    Obrigada pelo comentário.

    beijinhos,
    Daniela

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Daniela :)
      pf trata-me por tu, somos as duas novinhas, nada de formalismos!
      ahah eu não roubava, acho... só li HQ em "adulta".
      Quanto à TAG, quando tiver um tempo de qualidade faço-a e vou lá avisar-te!
      beijinhos*

      Delete

Post a Comment

Deixa aqui as tuas epifanias ^^
A gerência agradece :)

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?