Skip to main content

"50 sombras de grey" = eu também quero!

*Este post é para ser lido com um toque satírico.*


Também queres o quê?, perguntam vocês. É preciso especificar, isto das internet's tem muito que se lhe diga. 


Também quero... falar
Vocês bem que pensaram outra coisa, confessem lá, mentes poluídas! 


Bom, não é por estar toda a gente a falar da trilogia Grey que eu venho juntar-me à carneirada. Eu venho, espero, dar uma perspectiva em que ninguém pára para pensar. Ou, se pensam, continuam a persistir. Independentemente de concordar ou não com opiniões alheias, de gostar de artigos satíricos ou abominar o que dizem, vou tentar ser objectiva.

3, 2, 1...

No universo paralelo das 50 shades [é que só pode ser paralelo para tanto paleio] existem três grupos: 1)  os que leram, 2) os que não leram e 3) os que tentaram ler. Todos eles têm em comum uma palavra a dizer. Eu, para o bem e para o mal, na saúde e na doença e bla bla bla, li a trilogia TODA. E, preparem os pregos e o martelo, crucifiquem-me à tábua, à porta ou à parede, onde vos der mais jeito... Tenho curiosidade e vou ver o filme, MAS não vou ao cinema esbanjar dinheiro, se não fui ver o Dei-te o Melhor de Mim (do consagrado Nicholas Sparks cuja fórmula repete ad nauseum) ou O Hobbit, não vou empregar o meu dinheiro quando depois posso ver em casa - não digo como, que o Parlamento já aprovou a lei da cópia privada... pensando bem, se tenho de pagar pelos equipamentos, vou usufruir do que me roubam, ora essa! Continuando, sim vou ver em casa. E sim, casa = net. 

A primeira coisa que eu fiz para este artigo satírico objectivo foi googlear. Ora vejam as palavras mágicas:

Se pesquisarmos por 50 sombras de grey: 11 800 000 resultados
Se pesquisarmos por 50 shades of grey: 236 000 000 resultados
Se pesquisarmos por Fifty shades of grey: 222 000 000 resultados
E por aí fora...

Interessante, uh? Não, nem por isso, adiante.
Passemos para o seguinte. 



Porque TODOS têm uma palavra a dizer, vemos artigos aos pontapés:
Na Visão: Afinal cenas de sexo em "50 sombras de Grey" deixam muito a desejar  [uuuhhh, atenção que este artigo tem um resumo das críticas dos jornais americanos... "ninguém mostra os genitais", "só 15 minutos de cenas de sexo em 125min"... É o choque, o que eu quero de filme erótico é ver genitais e passar os minutos todos a ouvir gemidos... era cá uma sinfonia! --> dica: porno é grátis e tem sexo a toda a hora!].  
No New in Town, da blogger Ana Garcia Martins (aka Pipoca mais doce): 7 razões para não ver "50 Sombras de Grey" (e outras tantas para ver) [esta dá para os dois lados]. 
No Sábado: Sete razões para desprezar Cinquentas Sombras de Grey [Porque não 50 para fazer pendant com o título?]
No Observador: “As Cinquenta Sombras de Grey”: nem chega a ser sexy, só chacha [O público gosta de chacha! Olhem as conversas no parlamento, a Casa dos Segredos, os programas de domingo à tarde...]
No DN: "Cinquenta Sombras de Grey": Produto de marketing de ousadia superficial [este título é terrível!]

Da última notícia: por falar em Crepúsculo e fanfics, sinceramente não vejo nada de crepuscular e de coisinhas lindas que brilham - a não ser  talvez 1) colares anais que brilham do escuro e 2) a promoção do filme como um "conto de fadas" cheio de pozinhos mentirosos mágicos do marketing. Sobre o marketing, deixo ainda um artigo sobre as marcas/lojas que estão a ganhar com o criticismo e opinanço abusivo, da Fortune. E estas são só a ponta do icebergue... em ebay's e amazon's nem se fala, em lojas online e de redes sociais, é entupir até não dar mais.


Depois vemos sonhos de crianças arruinados:

(Que interessante, o meu sonho de criança concretizou-se: ver príncipes e princesas a saírem da casca do beijinho e a levarem tau-tau no bumbum - só falta agora ter o Ali Babá e as 40 50 posições do kamasutra)

...vídeos engraçados:

Modo Lego - aquela sobrancelha, ui, deu-me pr'os calores.
Modo Barbie - porque Fifty Shades of Pinky é... er...!



Portanto, resumindo temos:A Disney erótica
Artigos a dizer mal
Artigos assim-assim
Opiniões, opiniões, opiniões pela blogosfera, universo paralelo, redes sociais
Famosos a dizer mal (tipo Ellen Degeneres... o apelido fica-lhe bem)
Até a minha querida J.K.Rowling - meu Deus, a minha infância toda foi c'os porcos! 

Há três anos que tem sido esta chachada. Começou com o chamariz "porno para mamãs", porque Deus nos livre de as mamãs serem sexys e não poderem ver porno ou o que lhe derem na gana da forma como bem entenderem - não, têm 50 shades para ceder à patareca uma liberdade inusitada.
Continuou com a vinda de E.L.James cá a Portugal (sessão de autógrafos a que eu fui), seguiu em 2013 para a escolha do actor, escolha da actriz, depois uma catrefada de notícias, excertos do filme, a banda sonora (que até é boa, raios partam!) e... e... e... nunca termina.

Depois vemos Hóteis a recriar os cenários do filme (no Porto), bombeiros preparados para salvar fãs (salvar vidas a sério é uma brincadeira de crianças, que pussies!) e hospitais "lotados" devido a ferimentos com brinquedos sexuais. Aiai... é ver todo o The Walking Dead de uma outra perspectiva.



Bros Vampire Diaries animated GIF

Temos ainda proibição do filme em países como o Quénia e Malásia (no news here!), grupos de boicote e grupos feministas (que, vá, concedo, até têm razão). 

Eu pergunto, qual a melhor forma de boicotar? Informar, dizer os contras e marrar contra a maré da estupidez? Piar fininho e não dar um minuto de antena ao tema? Pois é, dá que pensar. O certo é que se não fosse pelo maldito marketing o livro não teria o foco que tem e assuntos preocupantes como o abuso sexual e submissão não seriam o bode expiatório de muitos grupos. Talvez sim, talvez não. Ridículo, ridículo é colocarem os bilhetes à venda não sei quantos meses ANTES. Mais de 47.000 portugueses

As Cinquentas Sombras de Grey, para além de abuso e submissão, promovem a estupidez e a massificação de um fenómeno - porque os problemas inerentes à história só são passadas para a vida real por ignorantes, por pessoas que não procuram saber no que se metem e por aqueles que seguem o rebanho. 


Resultado: enquanto falam, bem ou mal, quem mamam são eles! Deve dar para muitos chicotes e algemas e bolinhas vibratórias, miauuuu. Tenho dito. E. Mais. Não. Digo.

Solução: não falar.



É, deixem-se 'tar "sossogaditos"...
P.S. Não levei 50, só levei 3h a escrever este post (pesquisa, pesquisa e mais pesquisa). --> A piada nunca morre...
P.P.S. Posto isto, parabéns malta do marketing: conseguiram e ultrapassaram o objectivo! O prémio nos últimos anos e vindouros deve ter-vos garantido o futuro.
P.P.P.S. Venha daí essa chacina, esses comentários haters. 

Comments

  1. looool... já tinha lido o "draft" mas parti-me agora a rir com o resultado final :p
    As imagens são... OMG :p

    ReplyDelete
    Replies
    1. ainda estive à procura de mais, mas depois... desisti

      Delete
  2. hahaha Essa dos ferimentos por brinquedinhos foi nova para mim. XDDD
    Não tenho intenção de ler os livros e menos ainda de ver o filme, mas confesso que como irá ter vários lugares falando do assunto, provavelmente irei ler os comentários - quero me divertir! xDDD

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim, ao menos diverte. O que é preciso ter presente é o mal que suscita e separar a ficção da realidade :) eheh

      Delete

Post a Comment

Deixa aqui as tuas epifanias ^^
A gerência agradece :)

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?