Skip to main content

Posts

Showing posts from February, 2015

A arte, a dor e a liberdade...

Três frases para começar:I’m a ruin.I can’t have it all.
Marina sabe-a toda. 


Se é sobre o amor ou não, cabe a cada um interpretar da melhor forma que lhe aprouver.                                                                            
Não sei se estes meus posts, digamos mais sentimentais, vieram para ficar, mas sinto a necessidade de escrever, de teclar, de exteriorizar de alguma forma e de ter a ilusão de que alguém os vai ler – mesmo que não comente ou que abra a página e a feche logo a seguir. Enfim. 

A música saiu no princípio deste mês. Já conhecia a cantora e adoro-a! Quem tiver curiosidade, cusque as outras músicas, é ao estilo de Ellie Goulding e Lana Del Rey - pelo menos, gosto de pensar que sim. Quem gostar de Goulding ou da Lana, vai de certeza gostar desta, pronto. 
I’m a ruin.Já pegarei nisto.
I can’t have it all.Sou da geração em que:
1) fui educada a não poder ter tudo. 
2) passava as férias de verão com os meus avós. 
3) não tive direito a televisão no quarto – e, no …

E quando a vontade para ler é zero?

Um blog que intitulei de "epifania de letras" tem tido muito poucas letras e muito pouco de epifanias... A verdade é que 2015 não tem sido um ano fácil e mal agora começou. Ao menos - e isto é positivo e negativo - o blog não tem tido muitos leitores, portanto posso ter as minhas "epifanias", ou neuroses, da forma que melhor me convier. 
Ora vejamos:
Leituras | nem chego às 7 leituras mensais quando no ano passado a minha média era de 10/mês.

Trabalho | entrevistas 0, trabalho 0, dinheiro 0... caramba! Consegui "algo" numa empresa de trabalho temporário, mas ser chamada de tempos a tempos, diga-se uma vez por mês, com dois dias de antecedência não me vai fazer pagar as contas. Sim, é melhor que nada, mas quem diz isto não sabe a instabilidade que é o "trabalho temporário".
Saúde | a minha mãe doente com pneumonia [muito devido à incompetência médica que apanharam num estado avançado], o meu irmão constipado, eu adoentada... 
Família | a minha mãe de …

30 Day Tv Show Challenge | Dia 20

Dia 20:Melhor Beijo


Foi automático. Nathan e Hailey são um dos meus casais favoritos, fazem parte de One Tree Hill, uma série de culto sobre adolescentes que se tornam adultos e as suas relações. Claro que a cena à chuva acaba por um pouco "lugar-comum" - que deve ter sido consagrado pelo Nicholas Sparks - mas este casal teve um momento debaixo de chuva várias vezes, é uma coisa deles... Cresceram bastante ao longo das temporadas, é um casal-de-sonho, um que enfrenta tudo e todos, um "always and forever". Adoro! Lamento a qualidade do vídeo não estar muito boa :(


30 Day Tv Show Challenge | Dia 19

Dia 19:Melhor Elenco
Estive entre esta e GoT, mas a segunda tem um elenco rotativo e além disso gosto bastante de como nesta minha escolha as personagens parecem vestir os actores e não o contrário. Adoro a Maggie Smith! 
Downton Abbey

30 Day Tv Show Challenge | Dia 18

Dia 18: Spin-off favorito
Não vejo tantos como gostaria, por isso vou escolher um que já figurou no challenge: The Flash. Veio por intermédio de Arrow e o Barry (aka Flash) apareceu a meio da segunda temporada do Arqueiro. Muito bem interpretado, adoro o actor! 


"50 sombras de grey" = eu também quero!

*Este post é para ser lido com um toque satírico.*

Também queres o quê?, perguntam vocês. É preciso especificar, isto das internet's tem muito que se lhe diga. 


Também quero...falar. Vocês bem que pensaram outra coisa, confessem lá, mentes poluídas! 

Bom, não é por estar toda a gente a falar da trilogia Grey que eu venho juntar-me à carneirada. Eu venho, espero, dar uma perspectiva em que ninguém pára para pensar. Ou, se pensam, continuam a persistir. Independentemente de concordar ou não com opiniões alheias, de gostar de artigos satíricos ou abominar o que dizem, vou tentar ser objectiva.

3, 2, 1...
No universo paralelo das 50 shades [é que só pode ser paralelo para tanto paleio] existem três grupos: 1)  os que leram, 2) os que não leram e 3) os que tentaram ler. Todos eles têm em comum uma palavra a dizer. Eu, para o bem e para o mal, na saúde e na doença e bla bla bla, li a trilogia TODA. E, preparem os pregos e o martelo, crucifiquem-me à tábua, à porta ou à parede, onde vos der m…

30 Day Tv Show Challenge | Dia 17

Dia 17:Mini-série Favorita


Sem dúvida: Orgulho e Preconceito, edição 1995 da BBC. Já tinha deixado por aqui a opinião e não tenho mais nada a acrescentar. Ok, até tenho: quero um Colin Firth só para mim sff! Se... não for pedir muito. 

30 Day Tv Show Challenge | Dia 16

Dia 16:Série Guilty-pleasure


Californication é a minha escolha para este dia. Ainda estou na quarta temporada e, sempre que não me apetece ver as séries que sigo regularmente, volto a esta. Hank Moody é um escritor que publicou um livro que ditou toda a sua carreira - posto isto, assina contrato para escrever mais e... simplesmente não tem ideias. Escreve, apaga, deita fora ou não escreve de todo; escreve, apaga, deita fora ou não escreve de todo, o ciclo repete-se. Para além de escrever, Hank gosta de mulheres, sexo, bebidas e de dizer asneiras. A série retrata, portanto, o quotidiano deste escritor com crise criativa. Confesso que ainda não me decidi se gosto ou não, mas diverte-me e dá "para os gastos", que é como quem diz: dá para as horas mortas, por isso designo-o como guilty pleasure. Em 2014 terminou contabilizando 7 temporadas, 84 episódios com 30 minutos cada.

30 Day Tv Show Challenge | Dia 15

Dia 15:
Personagem feminina favorita

Sydney Bristow é uma das minhas favoritas. Para além de ser interpretada por uma actriz que adoro - Jennifer Garner - mostra uma personalidade forte e multifacetada. Perde o noivo quando lhe conta que é agente da SD6, uma ramificação da CIA, e em troca o director manda matá-lo. Mais tarde, vem a descobrir que a SD6 não faz parte da agência governamental, mas um dos inimigos que a CIA combate, e assim torna-se agente dupla. 

Todos os episódios, Sydney precisa de encarnar uma ou mais personagens para conseguir ser bem-sucedida nas suas missões [SD6] e contra-missões [CIA]. É uma série que em nada nos aborrece.

Vive rodeada de mentiras, espiões, e por vezes mal consegue distinguir a verdade da mentira - principalmente no que toca aos próprios pais - mas esta mulher sobrevive a tudo e com uma força extraordinária.
Fica a intro da série:

30 Day Tv Show Challenge | Dia 14

Dia 14:Personagem masculina favorita

Foi difícil. Embora veja muitas séries, não tenho o "tal". No entanto, esta personagem é cá uma figura que não podia não estar aqui: Stiles Stilinski. 
Para mim, é uma das melhores personagens da série "Teen Wolf", o seu sentido de humor e sarcasmo são do melhor *-* o Stiles é humano e aparentemente não tem "atractivos"... Aparentemente...!

30 Day Tv Show Challenge | Dia 13

Dia 13:Série favorita da infância
Pode parecer estranho, mas a primeira série que me veio à memória não foi Arrepios, que passava na sic, foi sim Lois and Clark: The new adventures of Superman, uma série protagonizada por Dean Cain, Teri Hatcher e Lane Smith nos principais papéis. É claro que revi a série por ordem há coisa de quatro anos, mas lembro-me de a ver e talvez daí venha a minha panca por super-heróis - desde pequena que fui habituada a ver séries do género.

A música da intro é qualquer coisa... Vou sempre associá-la a esta série. 

30 Day Tv Show Challenge | Dia 12

Dia 12:Um episódio que assististe mais de cinco vezes

Esta é difícil, estou sempre a repetir episódios porque vejo-os primeiro no pc (choque!) e alguns volto a vê-los na tv... e já se sabe que a tv repete ad nauseam. Hum... Vou fazer batota, porque não sei qual escolher. Um dos episódios de Smallville, que adorei: 


30 Day Tv Show Challenge | Dia 11

Dia 11:Uma série que te decepcionou

Esta série podia ter dado tanto, mas tanto... e, ao fim ao cabo, deu zero. Ao início foi comparada com Charmed - uma série protagonizada só por mulheres e com magia incluída. Pois, cá eu faço parte do grupo de fãs que não gostou e por-que-raio-comparam-com-charmed? Não tem nada a ver, c'a porra! Worldbuild fraco, o passado das personagens mal aproveitado, a mitologia metida lá para dentro para ver se pegava, e um arrastar de situações episódio após episódio que me enervou até ao tutano. Um toque de mistério ali, uma pitada de suspense acolá e... BUM! Estoirou, não gostei, e compreendo que a tenham cancelado - acho é que foram tarde. 
Foi uma daquelas séries-teste para ver se a malta mordia o anzol. Actores podre de bons, actrizes engraçaditas - adoro a Julia Ormond! - e... e... e... um resultado desastroso. Uma pena. 

30 Day Tv Show Challenge | Dia 10

Dia 10: Uma série que achaste que não irias gostar, mas agora amas
Ainda não li os livros e nem sequer vi a última temporada - ando sempre a adiar, a adiar... Pode ser um choque, mas a série é: 



30 Day TV Show Challenge | Dia 9

Dia 9:Melhor cena de sempre
A melhor cena de sempre - para mim, claro - é esta da série Smallville que, à semelhança de Charmed, é uma das melhores séries para mim. Para quem não conhece, Smallville retrata a adolescência de Clark Kent, o conhecido Superman, as suas relações amorosas e de amizade, as suas batalhas, o seu percurso até se tornar no ícone. 
Foi automático pensar nesta cena em particular, porque é quando Lois Lane aparece na vida de Clark. É a melhor, porque vemos uma Lois engraçada, respondona, independente, autoritária e senhora de si e vemo-la a dar uma coça ao Clark ao acertar no alvo e fazê-lo ir... ao banho. Já nem falo do Senhor T-shirt molhada, uiii. Este Tom Welling arrancou muitos suspiros e... continua a arrancar, atrevo-me a dizer. Fãs de Jensen Ackles, por aí? Também o podem ver nesta cena e nesta temporada (quarta*).

Ora vejam e digam de vossa justiça se não é divertido :)*

As Maratonas Literárias e eu...

Tudo começou no verão de 2013... 
Inscrevi-me numa maratona no goodreads e lá fui eu. Os Resultados da primeira foram muito bons, excederam as minhas expectativas. Já nas outras que se sucederam, fiquei pelo caminho. 

Este ano, 2015, o Sinfonia dos Livros vai promover no grupo de facebook 6 maratonas quinzenais e 6 mensais. O que quer isto dizer? Mês sim, mês não, vamos alternar entre maratona mensal e maratona quinzenal. 

Em Janeiro, decorreu a 1ª Maratona Quinzenal de 2015 e agora em Fevereiro está a correr a Mensal. 
A de Janeiro correu assim:
49 pgs de "Pecado" - Sylvia Day (terminei)360 pgs de "Proposta Indecente" - Patricia Cabot (LIDO) 101 pgs de "Nómada" - Stephenie Meyer (iniciei)283 pgs de "Para Sempre" - Judith McNaught (começado na pg 165)304 pgs de "O Beijo do Highlander" - Karen Marie Moning (LIDO)368 pgs de "O Casamento do Ano" - Laura Lee Guhrke (LIDO)40 pgs de "Scandal of the year" - Laura Lee Guhrke (in…

30 Day Tv Show Challenge | Dia 8

Dia 8:
Uma série que todos deveriam assistir

De todas as séries que vejo, a maioria é do género fantástico/ficção científica e raras são aquelas "normais", talhadas pelo quotidiano. Uma que considero que tem uma mensagem forte e que vale a pena é Perception. Retrata a vida de Dr. Pierce, um professor universitário e neurocientista que ajuda o FBI a resolver alguns casos "inexplicáveis" do ponto de vista do comportamento humano e o que muitas vezes nos passa ao lado - devido às percepções que fazemos do que observamos e acreditamos que existe - tem uma explicação científica. Aqui posso introduzir aquela famosa frase "Nem tudo é o que parece"...
Dr. Pierce é também uma pessoa diagnosticada com esquizofrenia paranóide. Ironia do destino? Para além do óbvio, a série acaba por desmistificar um dos mitos do tema e transmitir uma mensagem: é possível viver com a doença e com a medicação certa fazer uma vida normal. Retrata bem alguns dos sintomas e consequências da…

30 Day Tv Show Challenge | Dia 7

Dia 7:Pior Episódio da série preferida

Como disse no dia 6, existem muitos episódios dos quais não me recordo. Fiz uma pesquisa e concordo com uma das escolhas que os fãs fizeram.  O vencedor vai para:


A minha reacção: W T F ??? Numa oitava (e última) temporada, a apresentar um plot destes com efeitos destes (?!), tenham dó. 

30 Day Tv Show Challenge | Dia 6

Dia 6:Episódio preferido da série preferida
Pelo Dia 5, a minha série preferida é Charmed. Muitos foram os episódios que me ficaram no coração, mas o que considero o melhor é este:


It's a bad, bad, bad, bad world
(part 1+2)

É o último episódio da 6ª temporada dividido em duas partes (episódio 21 e 22). Envolve as versões malignas das personagens da trama. Sinceramente, foi a minha primeira escolha, mas já não me recordo do episódio. Lá terei que rever, que pena!